Mosajco
La Medusa Grand Hotel


Arredores

Costa Amalfitana

Costa Amalfitana

O azul do mar e o azul do céu. Cidadezinhas que sulcam a rocha e arquiteturas que desafiam a natureza. Lugares ainda preservados e antigas vilas de pescadores. Uma costa inesquecível, que foi declarada, devido às suas belezas, Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, e que palavras não suficientes para descrevê-la. É preciso vê-la com os próprios olhos, e então, continuar a sonhar com ela. Aberto, cristalino, de um esplêndido azul. É o mar de Amalfi e de Positano, um mar imenso, onde dois golfos, o de Salerno e o de Nápoles, se unem e se mesclam, o mar preservado de Cilento. Cada cidade é como uma grande varanda tomada por um sol ofuscante, com jardins floridos que invadem as ruas e que servem como cenário para as pérolas da Costa Amalfitana. Mas é a inteira estrada percorrida, desde Vietri sul Mare até chegar próximo à península Sorrentina, a ser cravejada de pequenas e preciosas pérolas. A cada curva um novo cenário, uma nova emoção, um novo museu a céu aberto cheio de história e de charme.O que ver: Acciaroli, Agropoli, Amalfi, Atrani, Capaccio, Cetara, Conca dei Marini, Maiori, Minori, Paestum, Palinuro, Ravello, Cetara, Tramonti, Vietri sul Mare

 

Castellammare di Stabia

Castellammare di Stabia

Localizada entre o Golfo de Nápoles e a Península Sorrentina, eis que se forma outra pequena baía que herdou o nome da cidade. Castellammare di Stabia possui origens antigas. Seu nome provém de uma fortaleza do século IX, construída pelos habitantes de Sorrento para defender o próprio Ducado. São muitas as heranças de seu passado histórico: o Castelo Medieval, a Catedral, o Antiquarium stabiano, o Palácio Real de Quisisana, a Villa San Marco e a Villa Arianna. Outras atrações são a Igreja do Santíssimo Salvador e a Gruta de San Biagio. Castellammare di Stabia também deve sua fama à presença de preciosas águas termais. Existem 2 estabelecimentos termais: o Antiche Terme Stabiane e o Nuove Terme, localizado na colina de Solaro. Quem escolher como meta Castellammare di Stabia, terá também a oportunidade de fazer uma excursão para as montanhas que dominam o golfo, como os Montes Lattari, e também de visitar alguns lugares de posição panorâmica, como Lettere. Devido à posição central da cidade, é possível chegar facilmente em Pompeia e na Península Sorrentina. Para aqueles que amam conhecer todos os aspectos do lugar visitado, não podemos nos esquecer que em Castellammare di Stabia há um importante estaleiro de onde são lançados vários gigantes de todos os tipos.

 

Pompeia

Pompeia

Não existe no mundo uma cidade de mais de dois mil anos atrás que tenha conseguido permanecer quase totalmente intacta e isso é graças à erupção do vulcão Vesúvio ocorrida em 29 de agosto do ano 79 d.C., que a soterrou e a preservou até 1594, quando foi descoberta por acaso pelo arquiteto Domenico Fontana durante as obras de construção de um canal. No entanto, foi somente em um período mais recente que bem três quintos da inteira cidade foram revelados, primeiro graças a Amedeo Maiuri, arqueólogo que descobriu a Villa Jovis di Capri em 1924, e em então De Franciscis, em 1961. Hoje Pompeia, pérola arqueológica não só da Região Campanha, mas certamente do mundo inteiro, recebe turistas de todas as nacionalidades. É necessário destacar que, além de poder visitar as escavações de Pompeia, há ainda o Anfiteatro, a Villa dei Misteri, o Templo de Apolo e o inteiro complexo eclesiástico, que também é famoso pela devoção a Nossa Senhora de Pompeia: a Basílica, o Santuário de Pompeia e o Museu Pontifício Santuário de Pompeia.

 

Herculano

Herculano

Situada nas encostas do Vesúvio, Herculano está localizada em uma área da Campanha que desfruta de um clima temperado o ano inteiro e de um panorama que vai desde o Vesúvio até se perder no Golfo de Nápoles. A cidade é conhecida no mundo inteiro e é meta turística o ano todo por causa da erução do ano 79 d.C, que soterrou ela e Pompeia. Por este motivo Herculano se tornou um centro arqueológico de imenso valor. Na área arqueológica, é possível visitar a Casa dei Cervi, a Casa del Bicentenario, a Casa d’Argo, a Casa del Bel Cortile, a Casa del Mosaico, a Casa del Tramezzo di legno, a Casa del rilievo di Telefo, il Pistrinum e a Palaestra. Há ainda o Teatro, a Villa dei Papiri e as Termas Suburbanas. Também não dá para perder o Museu Arqueológico Virtual (MAV) e os Casarões do Miglio d’Oro.Outro ponto forte de Herculano é o cultivo de flores, principalmente cravos e rosas, que são comercializadas na Itália inteira. A cidade possui também um centro marítimo, graças a seu pequeno porto que dispõe de uma frota pesqueira invejável, além de grande parte dos habitantes locais que embarcaram em navios mercantes do mundo inteiro. Ao visitar Herculano, não se deve esquecer de passar no mercado de Pugliano, famoso pelo próspero comércio de roupas novas e usadas.

 

Nàpoles

Nàpoles

Nápoles, capital da Campanha, é uma das cidades mais bonitas do sul da Itália, devido à sua posição e à riqueza de suas belezas naturais, e é considerada por muitos uma das pérolas da Itália. Sua localização é, de fato, única: entre o Golfo de Sorrento e os Campos Flegrei, dominada pela grandiosidade do Vesúvio. Descobrir Nápoles significa partir para uma inesgotável série de emoções, não só por causa do panorama natural, mas também pela riqueza de sua história e cultura, desde a Praça do Município, com o Maschio Angioino (Castel Nuovo) até a Praça do Plebiscito, com o Palácio Real e a Basílica de São Francisco de Paula. Há ainda o Teatro San Carlo, o Monastério de Santa Clara, a Catedral de Nápoles, a Igreja do Jesus, a Capela de São Severo, Castel Sant’Elmo, Caste dell’Ovo e a esplêndida Via Caracciolo, e a sugestiva Spaccanapoli, com a rua dos presépios e dos artesãos, São Gregório Armênio e São Biagio dos Livreiros.

 

Sorrento

Sorrento

A data de fundação é incerta, mas com certeza era já um importante núcleo comercial para os gregos e etruscos. Sorrento hoje em dia é uma localidade turística de fama internacional graças também a uma série de tradições antigas, que vão desde a enogastronomia até o artesanato. Em Sorrento, de fato, cultiva-se laranjas, limões, nozes, azeitonas e se produz uma grande variedade de queijos; é ótima também a produção de vinhos. É muito renomada a produção ligada à antiga arte do entalhe em madeira, com móveis de alto padrão, e das rendas feitas à mão com fio de seda desde o século XVI, além dos foulards e colares de coral de todos os tipos. Tudo isso é possível encontrar nas pitorescas lojas escondidas nas vielas de Sorrento. Em Sorrento é possível visitar inúmeras atrações religiosas, como o Arcebispado, a Basílica de Santo Antonio, a Igreja de Santa Maria del Carmine, a Igreja de São Francisco de Assis, a Catedral de Sorrento, o Mosteiro de Santa Maria delle Grazie. Outra atração é o Museu Correale de Terranova, o Sedile Dominova e a Via della Pietà.

 




Golfo de Nápoles

Golfo de Nápoles

Vibrante, passional e única: é a baía à sombra do Vesúvio. Terra de antigas tradições, tesouros arqueológicos, obras de arte, ilhas encantadas e um mar que não pode deixar de ser visto, explorado, vivido. De Capo Miseno a Sorrento ou vice-versa. Nem mesmo o cimento derramado, difícil de ser ignorado, conseguiu destruir o fascínio pungente da baía de Nápoles. Uma área carregada de séculos de história, iluminada pelo cenário esplendoroso do golfo. A beleza descansada de Sorrento entre os pomares ou a cratera lunar do Vesúvio? A vila de Bacoli com as ruínas romanas de Cento Camerelle e da Piscina Mirabile ou os esplêndidos artefatos do Museu do Coral de Torre del Greco? A sugestiva viagem no tempo que é possível fazer ao visitar as escavações de Pompeia ou o debruçar-se na “fenestra” (janela) de Marechiaro, cantada por Salvatore Di Giacomo?




Menu sopra
Ofertas
Ofertas

Continue »

La Medusa Grand Hotel Via Passeggiata Archeologica, 5 Castellammare di Stabia - 80053 - Sorrento - ITALY
Tel.: +39 081 8723383 - Fax: +39 0818717009 - E-mail: info@lamedusahotel.com

Powered by iJustweb CMS